A universidade e os novos negócios

//A universidade e os novos negócios

A universidade e os novos negócios

Um modelo diferente de pensar a criação de novos negócios vem se fortalecendo nos últimos anos. O conhecimento presente nas universidades ganha espaço no meio empresarial e oportuniza a geração de novos negócios com valorização econômica.

Na atualidade, para além de proporcionar a formação acadêmica as universidades têm feito um pouco mais em prol do desenvolvimento dos negócios. Muitas iniciativas possibilitam que ideias empreendedoras se tornem negócios de fato.

As universidades tornaram-se protagonistas do desenvolvimento econômico e social, liderando processos de mobilização, de encontros colaborativos, de incubação, de espaços abertos, parques científicos e tecnológicos.

É um desafio usar a ciência para gerar novos negócios, pois nem todo o conhecimento pode ser transformado em valor econômico. Entretanto, percebem-se muitos ganhos ao aproximar o mundo empresarial do acadêmico, pois o empreendedorismo é uma grande ferramenta para elevar a qualidade do ensino e ao mesmo momento que gera riquezas para determinada região.

Nota-se que a vivência universitária possibilita às pessoas pensarem diferente, ter maior amplitude, facilidade de acesso às informações, que são conhecimentos essenciais para desenvolver o empreendedorismo.

O principal negócio das universidades é o conhecimento que se desenvolve por meio da pesquisa, da extensão e principalmente pelo ensino. Hoje, as universidades estão oferecendo um pouco mais do que o ensino tradicional, busca-se a interatividade em prol de maior aprendizado para o acadêmico, melhor desenvolvimento profissional e, consequentemente, o desenvolvimento do entorno. Note-se que as universidades buscam intensificar a formação de profissionais que possam contribuir com o desenvolvimento tecnológico e econômico da nação.

Um exemplo clássico de sucesso em gerar novos empreendimentos a partir do conhecimento é a Universidade de Stanford, que contribuiu para a região do Vale do Silício ser um berço das empresas de tecnologia mais relevantes do planeta, tais como Google, Facebook, HP.

Outro exemplo mais próximo de nós, foi a inauguração da Estufa Hidropônica Solar no Campus Universitário da Unisul de Tubarão. Ela foi desenvolvida para servir de modelo para empreendimentos mais sustentáveis na área agrícola, pois usa uma combinação de tecnologias que diminui muito o consumo de água, energia e agroquímicos. Foi uma parceria entre a Unisul e a Universidade de Cambridge (Reino Unido).

O posicionamento adequado para uma universidade é de assumir o papel de líder de ecossistemas de inovação e empreendedorismo, pois ainda não é habitual serem proprietárias de negócios gerados em seus campi, mas acreditamos que se tornará uma tendência, uma vez que hoje precisa-se diversificar as origens dos financiamentos das universidades, ao mesmo momento que é necessário desenvolver a comunidade.

Para conhecer mais é só acessar www.unisul.br ou entrar em contato pelo e-mail: celso.albuquerque@unisul.br
Autores: Celso Lopes de Albuquerque Junior, Eng. Agr. Ph.D
Jonas Schneider, Adm. Esp

Compartilhar
2018-11-23T10:13:52+00:00 23 novembro, 2018|

Comentários

Deixar Um Comentário

Verificação de segurança *